Meus momentos, pouquinho de mim... ;)

Meus momentos, pouquinho de mim... ;)
Agosto mês do folclore...profissão professora ;)

terça-feira, setembro 03, 2013

Madalena

      Madalena, é uma novela escrita por Cristiane Dantas, carioca, que fez parte de um concurso nacional lançado em 2005 pelo Ministério da Educação, foi selecionado entre tantos e hoje faz parte da Coleção Literatura para Todos composta por 10 livros.



      Se passa no interior da Bahia, traz a história de uma jovem sonhadora, guerreira e lutadora chamada Madalena, carinhosamente Madá.

     Tem uma família patriarcal seu pai se chama Nelson, sua mãe Rubina, tem um irmão João que aparece na trama para interceder ao grande mal que vem com a proposta de seu primo Maneco, um quarentão, beberrão, que propõe te-la como esposa em troca de terras.

    Infelizmente a proposta é aceita e a única condição aceita é que ela possa viver um pouco mais de sua vida, indo estudar e se formar como professora.

" Nelson olhou bem para Madalena. Olhou como não tinha olhado até então: olhou como se fosse a primeira vez. Viu uma moça linda , forte, sonhadora. E que só queria viver um pouco. De repente, as terras para lá do rio, a fazenda, o Manuel, seus outros filhos, sua mulher, ele mesmo, tudo pareceu morto. Tudo era pobre, pobre e pequeno diante daquela moça que só queria viver um pouco. Nelson teve uma vontade imensa de abrir a cancela e deixar aquela moça, a sua Madá, sair daqueles cafundós e viver muito, muito, muito e para sempre."

      Depois disso ela que é uma formusura de menina, a qual em pensamento seu pai a tinha como "minha Madá"...

"A sua Madá. Já havia completado dezesseis anos, era moça feita. E linda. Uma estampa mesmo. Pele branca, nariz fino, olho azul, cabelo bom, dourado e encaracolado, com todos os dentes e quadril de boa parideira.[...]"

      Se transforma em uma mulher de olhar seco e vazio, maltratada, usada, violada pelo marido.

"Conforme as peças de roupa caíam, se revelavam marcas roxas nas costas, nas costelas, nos braços e nas pernas. Nas nádegas  nos peitos, mordias quase pretas. Rubina lhe alisou a cabeça e encontrou um galo do tamanho de um ovo.[...]"

      A partir daqui ela deixa esse lugar de amor familiar e desamor do esposo e busca junto ao seu filho outra vida, os desenlaces mostra o quanto Madalena enfrentou o mundo e teve coragem de viver a vida que quis e, não a vida que a sociedade determinará para ela.

Vida que sigue...
bjs ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário