Meus momentos, pouquinho de mim... ;)

Meus momentos, pouquinho de mim... ;)
Agosto mês do folclore...profissão professora ;)

segunda-feira, março 05, 2012

A Casa da Madrinha - Ligya Bonjunga



 
Ligya Bonjuga uma gaucha arretada, que nasceu em Pelotas, no Rio Grande do Sul, viveu no Rio de Janeiro, já ganhou a medalha Andersen, o mais importante reconhecimento da literatura-infanto juvenil, consegue nesta novela,"A Casa da Madrinha", nos envolver em uma historia riquíssima em detalhes, magias e enlaces surpreendentes. 

 
 Os personagens aqui são: 
  • Alexandre - menino pobre vendedor ambulante
  • Pavão - companheiro de viagem de Alexandre
  • Vera - menina curiosa
  • Augusto - irmão de Alexandre
  • Gata da Capa - amiga e namorada do Pavão
  • Cavalo Ah
  • João das Mil e Uma Namoradas.  
A historia é de Alexandre, menino que enfrenta muitas dificuldades para ir a escola por ser de uma família pobre do Rio de Janeiro, encontra o apoio de seu irmão mais velho Augusto para começar a estudar, na escola conhece uma professora encantadora que possui uma "maleta", isto nos faz lembrar de um outro livro da autora "Bolsa Amarela", que por sinal é fantástico também, mas as condições em sua casa pioram e ele começa a trabalhar como vendedor ambulante nas praias Copacabana e Ipanema. 

O seu "irmão Augusto" que é o verdadeiro contador de historias do livro, em uma de suas historias o incentiva a procurar sua madrinha que mora no interior, momento crucial onde o menino começa a ir em frente toda a vida e encontra seu companheiro de viagem, um pavão, que segue o mesmo destino.

O pavão tem uma beleza magnifica, 5 donos que querem ganhar proveito e um desejo enorme de viajar, é obrigado a estudar na escola Osarta do pensamento (ATRASO) com os cursos: papo, linha e filtro, onde fica com o pensamento pingado; e seguindo conhece o marinheiro "João das mil e uma namoradas", sua chave para viajar.

Nas andanças destes dois companheiros "Alexandre" e o "pavão" conhecem "Vera", uma menina curiosa. Alexandre conta toda a sua historia e a do pavão, muita surpresa, suspense, mistério são declarados nestas conversas. Nesse clima de cumplicidade e amizade, eles vivem a experiencia mais magica do livro, o encontro com o "cavalo Ah"...o pulo da cerca "realidade e surrealismo", e a chegada na "Casa da Madrinha","a maleta", "A gata da capa", "Augusto"; por fim tudo volta a realidade, a despedida com Vera em sua casa e os dois companheiros de viagem "Alexandre" e o "pavão" seguindo toda a vida.

Um livro que tem tudo a ver com a alma de quem viaja sem ao menos sair do velho sofá, da rede a balançar, da cama aconchegante e do vai-e-vem do onibus a nos levar a algum destino seja ele escola, trabalho ou compromissos.

Leitura que traz o gosto de querer mais, de andar com os dois companheiros "Alexandre" e o "pavão" ao encontro da "Casa da Madrinha", ensina-nos a resgatar valores e sonhos, que se transformam atraves de um meio tao simples e encantador, o desenho, em meio a uma escuridão que representa, o medo, a impossibilidade, a desistência e por fim, a superação e a conquista do bem-querer. E qual é o nosso bem-querer? Qual é o nosso sonho?  Faça como este menino agarre a chave de seu sonho e siga toda vida ao encontro dele....vida que segue....bjssssssss


Nenhum comentário:

Postar um comentário